Justiça do Rio absolve três policiais acusados de matar o adolescente João Pedro Mattos Pinto em maio de 2020

Piemonte Escrito em 11/07/2024


Para a juíza Juliana Bessa Ferraz, os policiais agiram em legítima defesa. O Ministério Público vai recorrer da decisão. Justiça do Rio absolve três PMs acusados de matar o adolescente João Pedro, em 2020 A Justiça do Rio absolveu três policiais acusados de matar o adolescente João Pedro Mattos Pinto, em maio de 2020. João Pedro foi baleado dentro de casa durante uma operação policial. Os agentes Mauro José Gonçalves, Maxwell Gomes Pereira e Fernando de Brito Meister respondiam em liberdade por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e fútil. João Pedro tinha 14 anos e morreu durante uma ação das Polícias Federal e Civil em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Segundo a família, ele estava dentro de casa com amigos quando policiais chegaram atirando. Justiça do Rio absolve 3 policiais acusados de matar o adolescente João Pedro Mattos Pinto em maio de 2020 Reprodução/TV Globo A juíza Juliana Bessa Ferraz considerou que houve troca de tiros dentro da casa de João Pedro e que traficantes lançaram um explosivo em direção aos policiais. Assim, os réus teriam agido em legítima defesa. O Ministério Público vai recorrer. Justiça do Rio absolve 3 policiais acusados de matar o adolescente João Pedro Mattos Pinto em maio de 2020 Reprodução/TV Globo LEIA TAMBÉM Pai de João Pedro, morto durante operação, aponta racismo após absolvição dos policiais: 'Acharam que era casa de vagabundo'